MAQUININHA PAGSEGURO

Aumente suas vendas aceitando débito e credito.
Compre em condições especiais pelo link:

BERÇÁRIO E MATERNAL - chuvinha de papéis


IDADE: De 8 meses a 3 anos.
TEMPO: De 15 a
30 minutos.
ESPAÇO: Sala de atividades.
MATERIAL:Revistas e jornais velhos.
OBJETIVOS: Relaxar de forma ativa (e não apenas em posição de repouso) e
interagir de maneira lúdica com o educador e os colegas.
Sente-se com a turma no chão, em torno de uma pilha de revistas e jornais
velhos. Deixe que todos manipulem e rasguem as páginas livremente. Junte os
papéis picados num monte e jogue tudo para o alto. Vai ser uma festa! Depois, o
papel picado pode ser aproveitado em colagens ou modelagem de bonecos.


MATERNAL - tinta e papéis


IDADE: De 2 a
3 anos.
TEMPO: De 15 a
30 minutos.
ESPAÇO: Sala de atividades.
MATERIAL: Lápis de cor, giz de cera grande ou pincel grosso e vários tipos de
suporte, como papel espelho, cartolina, papel cartão de cores diferentes, papel
enrugado, papéis com recortes inusitados (com um furo no meio, por exemplo) ou,
ainda, madeira, argila etc.
OBJETIVOS: Experimentar diferentes suportes gráficos; explorar várias
possibilidades de registro gráfico; perceber diversas formas de expressão; e
desenvolver habilidades motoras (dependendo do material, o ato de desenhar
exige mais ou menos força, delicadeza para não rasgar etc.).
Com um mesmo pincel, lápis de cor ou giz de cera, as crianças desenham sobre
papéis de diferentes cores, formas, tamanhos e texturas (e até sobre outros
tipos de materiais, como a madeira). Elas vão perceber diferentes efeitos ou
tonalidades de um lápis, por exemplo, quando usado sobre superfícies diversas.

MATERNAL- jogo das expressões

IDADE: De 2 a 3 anos.
TEMPO: 30 minutos.
ESPAÇO: Sala de atividades.
MATERIAL: Cartolina, pincéis atômicos ou tinta.
OBJETIVOS: Nomear os sentimentos e conversar sobre suas possíveis causas.
PREPARAÇÃO: Desenhe na cartolina várias carinhas com expressões faciais que
demonstrem sentimentos de tristeza, alegria, raiva, medo, susto etc. Deixe
algumas em branco para nomear um sentimento que apareça no decorrer da brincadeira.
Convide a criança a apontar a que mais revela a maneira como ela se sente
naquele momento e a explicar os motivos daquela sensação. Ela pode, por
exemplo, estar com raiva do colega porque tirou um brinquedo da sua mão.
 

MATERNAL - chamada com foto


Tempo
30 minutos
Espaço
Sala de aula.
Idade
A partir de 1 ano e meio.
Material
Cartolina ou papel-cartão, foto individual das crianças, caneta hidrográfica fina e plástico de fichário.
Objetivo
Conhecer o colega.
Preparação
Em pedaços de cartolina ou papel-cartão, escreva o nome de cada criança em letra bastão maiúscula e cole uma foto dela.
Descrição
Coloque todos os cartões sobre uma mesa ou no chão, com a foto e o nome virados para baixo. Uma criança por vez pega um cartão e entrega ao colega que aparece na foto. O professor diz então o nome da criança “descoberta” para estimular o reconhecimento dela pelo grupo. Outro modo de realizar a atividade é deixar os cartões espalhados sobre a mesa com a foto para cima. Peça para cada um pegar o seu cartão e colar no painel da chamada, uma espécie de sapateira com bolsos transparentes, que pode ser feito sobre uma base de papel-cartão. Varie essa atividade colocando a foto da criança com o animal de estimação, alguém da família, o brinquedo preferido etc. Como se trata de uma chamada, é possível repetir essa atividade diariamente, quando todas as crianças estiverem presentes, durante os primeiros meses do ano. Retome-a se um novo membro entrar no grupo.

MATERNAL - sugestões de atividades práticas

• Manusear livros de histórias ( pano ou de plástico).
• Manusear
 revistas normais e revistas infantis
• Histórias à vista das gravuras do
 livro ( histórias pequenas).
• Histórias contadas pelo educador com o apoio de fantoches.
• Soltar objetos dentro de uma caixa.
• Soltar e pegar no ar sem deixar cair pena, algodão, papel picado.
• Empurrar caixas de vários tamanhos com os pés.
• Enfileirar blocos, embalagens, caixas, etc.
• Saltar pequenos obstáculos.
• Bater bola no chão e agarrar em seguida.
• Encaixar blocos
• Oferecer encartes ou cartão com rótulos de produtos diversos para que a criança identifique.
• Brincar de empilhar caixas vazias de embalagens diversas.
• Recitar parlendas, quadras ou poemas nos deslocamentos feitos na escola.
• Imitar sons e gestos sugeridos por um modelo.
• Fazer o reconto das histórias lidas pelo professor
• Apresentar papéis de diferentes texturas para a criança amassar, rasgar, embolar.
• Colocar nome no escaninho pessoal, o nome do aluno e mostrar-lhe
• Oferecer canetas, lápis colorido, giz de cera e deixa-la rabiscar livremente.
• Cantar ou recitar parlendas, poesias, músicas ou quadras, dando estímulos para que a criança antecipe ações. EX.: parabéns pra você. Espera-se que a criança bata palmas logo que comece a canção.
• Solicitar à criança que antecipe gestos e ações as atividades de rotina do dia. EX.: Apanhar a lancheira na hora da merenda.
• Ajudar o aluno a identificar objetos e figuras de pessoas conhecidas.
• Trabalhar diariamente os combinados com o apoio dos fantoches.
• Registrar a rotina no quadro.
ne-height:115%;color:#006600'>professor)
• Apresentar papéis de diferentes texturas para a criança amassar, rasgar, embolar.

• Colocar nome no escaninho pessoal, o nome do aluno e mostrar-lhe


PRIMEIRO ANO - Como planejar a rotina


O ambiente em que os pequenos vão estudar e brincar e as atividades propostas devem lembrar os momentos proporcionados pela Educação Infantil!


Não se pode esquecer em momento algum que o primeiro ano não é a antiga primeira série!
Por mais que as crianças agora frequentem um ensino obrigatório, que anteriormente não o era, pois a obrigatoriedade começava aos sete anos, as etapas do desenvolvimento cognitivo da criança não foram alteradas e nunca o serão.
Desta forma, a professora do primeiro ano deve estar preparada para uma rotina diferenciada, com muita atividade lúdica, de forma mais prática do que escrita, visto que a concentração das crianças nesta faixa etária ainda é reduzida e muitas crianças ainda apresentarão dificuldade na abstração de conceitos.
As metas finais ao ensino no primeiro ano mais se assemelham ao que era anteriormente pedido à professora da Pré-escola: conhecimento do alfabeto, escrita e reconhecimento do nome,reconhecimento das letras do seu nome,conhecimento de numerais até 10 e outros conhecimentos nas áreas sociais porém, o respeito ao desenvolvimento individual está presente também na avaliação realizada pela professora e o aluno tem até o final do terceiro ano (8 anos) para estar alfabetizado.
A mudança não foi para adiantar o currículo e sim proporcionar um ano a mais para que as crianças consigam então ao final dos 8 anos, estarem alfabetizadas, o que não vinha ocorrendo até então.



PLANEJAMENTO - primeiro ano




Objetivos Gerais

• Experimentar atividades lúdicas corporais que valorizem e cooperação , respeito mutuo, solidariedade e outros valores humanos de relevância social.
• Despertar o interesse pelas descobertas feitas durante as atividades questionando sobre a realização;
• Posicionar – se de maneira criativa, responsável e construtiva nas diferentes situações sociais, utilizando o dialogo como forma de mediar conflitos e de tomar decisões coletivas;
• Aprimorar o autoconhecimento: esclarecendo as duvidas e atividades de fixação;
• Desenvolver o interesse pelas descobertas por meio de situações concretas na sala;
• Enfrentar e compreender novas situações;
• Adquirir o hábito de ouvir, falar e organizar o pensamento lógico
• Proporcionar: narração de historinha com a participação do aluno para a finalização;
• Participar das atividades com interesse e satisfação;
• Transmitir valores como: noções de cidadania; respeito ao próximo, disciplina solidariedade, respeitar os idosos, respeitar a opinião alheia;

Conteúdos
Língua Portuguesa

• Comunicação e coordenação motora,
• As vogais;
• Juntando as vogais;
• As consoantes;
• Alfabeto;
• Aprendendo um pouco mais;
• Vamos ler mais;
• Essa é para cantar;
• Alfabeto móvel;

Matemática

• Aprendendo a contar;
• Números naturais;
• Conhecendo sinais = ‡ > <
• Ordem crescente e decrescente
• Adição – Problemas
• Sistema de numeração decimal
• Subtração – Problemas
• Números pares e impares;
• Geometria
• Vamos brincar


Ciências

• Corpo humano;
• Órgãos do sentido;
• Hábitos de higiene
• Seres vivos e não vivos;
• Os animais;
• As plantas – Pomar – Horta – Jardim;
• O dia e a noite;
• O sol e a chuva;
• Estações do ano;
• Meio ambiente;
• Dengue.

Geografia

• A criança;
• A família;
• A casa
• A escola.
• A comunidade
• O trânsito
• Meios de transporte e comunicação
• As profissões


História

• Datas comemorativas
• Tema transversal
• Pluralidade cultural
• Abordagem sobre Ética
• Dengue

Metodologias Gerais

As aulas serão desenvolvidas numa interação utilizando – se dos recursos:

• Cantinho da leitura
• Historinhas
• Dinâmicas diversas
• Poesias
• Livro didático
• Semáforo
• Revistas
• Conversa informal
• Jornais
• Quadro e giz
• Gibis
• Bingo
• Brincadeiras
• Materiais concretos
• Dramatização
• Cartazes
• Rodinha de conversa
• Livros literários
• Desenho livre
• TV Dvd
• Musicas
• Filmes
• Som
• Jogos
• Passeio
• Alfabeto móvel
• Exposição de objetos
• Relógio móvel
• Fantoches
• Produção de texto
• Roleta
• Colagem recortes
• Apresentações
• Teatro
• Dedoches


Avaliações

Os alunos serão avaliados

• Participação
• Interesse
• Atividades avaliativas
• Leitura oral

Professora de Primeiro ano acesse o link e leia o documento do MEC sobre a alteração curricular e o ensino de 9 anos:


Berçário II - 1 ano e meio a 3 anos


Objetivo: promover o desenvolvimento da coordenação motora grossa da criança, bem como dar ênfase à musicas, à artes e ao desenvolvimento da linguagem, por meio de estórias, rodas e conversas.

Conteúdos:
• Estimulação do próprio corpo;
• Brincadeiras com brinquedos do tipo encaixe e monta-monta;
• Incentivo a alimentar-se sozinho;
• Trabalhos manuais com massinhas e argila;
• Garatujas: pintura com lápis de cor, gi
z de cera e tinta;
• Incentivo ao uso do banheiro/ penico (controle de esfíncteres);
• Incentivo ao uso de escova de dentes;
• Apresentação das cores;

• Traçados simples: coordenação motora;
• Integração social, por brincadeiras e jogos que estimulam a criança trocar objetos;
• Incentivo e desenvolvimento da fala, procurando ampliar o vocabulário;
• Brincadeiras de imitação;
• Contos de histórias curtas;

• Atividades de músicas e cantigas de rodas;
• Imposição de limites e boas maneiras, dizendo “não” à criança, toda vez que colocar a si próprio e/ou ao outro em perigo.
• Brincadeiras livres no parque;

BERÇÁRIO I -planejamento


Berçário I - 4 meses a 1 ano e meio


Objetivo: Transmitir um ambiente acolhedor e seguro, possibilitando ao bebê um pleno desenvolvimento físico, emocional e social.

Atividades:
• Incentivo à fala.
• Introdução de alimentos com alegria e paciência;
• Cuidados básicos de higiene e saúde;
• Estimulação tátil, através de carícias e afago ao bebê;
• Estimulação visual, por meio de objetos coloridos, vídeos e livros de bebê;
• Estimulação verbal, por meio de conversas,sons de brinquedos e músicas;
• Estimulação motora básica do bebê, incentivando a criança a buscar um objeto primeiro com as mãos, depois arrastando-se ou engatinh
ando até que ele consiga andar;
• Estimulação do próprio corpo, mostrando e nomeando partes do corpo;
• Trocas de roupas e fraldas contínuas, sempre que for necessário;
• Banhos agradáveis, acompanhados de conversas, livros e músicas;
• Músicas gestuais e cantigas de roda;

BERÇÁRIO - sugestões


Luva com sininhos
Adquira uma luva de malha ou lã e pregue em cada dedo pequenos sinos.
Se preferir enfeite cada dedo com uma carinha que poderá ser pintada ou bordada. Se quiser aplique pedacinhos de lã para imitar os cabelos. Com essa luva você pode iniciar as aulas saudando as crianças como se cada dedo tivesse um nome ou para outras brincadeiras de saudação à turma. Você pode também colar outros materiais nas bordas da luva: arroz, castanhas, etc.
Outra ideia: existem musicas infantis que expressam o movimento com as mãos, use e abuse da imaginação. Por exemplo: "Os dedinhos" (Eliana)


.Locais para aventuras com bebês - são muitos os meios de se proporcionar aventuras para bebês que estão engatinhando. Exemplo: tunel para bebês: feito com papelões grandes, diferentes bolas e almofadas, bóias, animais de plastico para soprar, "Joao Bobo", balões de ar, colchas, etc. Faça voce mesma de papelão esta caixa para turminha entrar dentro. As crianças nesta idade adoram entrar em caixas, esconder-se e depois aparecer.
Deixe as crianças experimentarem as possibilidades de brincar com os materiais ao seu dispor. Quando elas não souberem o que fazer, mostre-as antes como podem brincar. Engatinhar dentro do túnel, brincar com os balões, construir torres com os travesseiros e almofadas, no inicio esse material todo é naturalmente excessivo. Talvez seja melhor começar apenas com os papelões por no maximo uma hora e no proximo instante com os balões, etc.


Piscina para bebês- para cada grupo de crianças é bom que se tenha aproximadamente duas piscinas de borracha ou plástico. Você pode enchê-las com balões, jornais. O algodão serve também para encher a piscina. Folhas de papel manteiga fazem também ruidos maravilhosos quando são amarrotados. 


Mascote- confeccionar um bichinho ou boneco de estimação para a turminha, trabalha-se a socialização e a afetividade.


Historia com avental- contar historias com um avental para a turminha e ir acrescentando personagens à historia que poderão ser feitos com EVA ou outros materiais.