PRO LETRAMENTO - Aula 20


Avaliação diagnóstica da alfabetização²

A matriz de referência: pressupostos, objetivos, estrutura 
Uma matriz de referência discrimina conhecimentos e competências a serem avaliados. Sua finalidade é orientar a elaboração de estratégias ou questões de avaliação. Desse modo, ao se elaborar uma estratégia ou uma questão, sabe-se, de maneira controlada e sistemática, as habilidades que serão avaliadas e, assim, seus objetivos.
É importante que se considere a matriz de referência apenas como uma baliza para professores e especialistas do período de alfabetização, sem pretensões de esgotar o repertório de capacidades ou de procedimentos possíveis para avaliação. Também é importante considerar que a matriz poderá servir à avaliação de alunos dos três primeiros anos do Ensino Fundamental, pois apresenta capacidades progressivas e diferenciadas quanto ao grau de
complexidade. Assim, enquanto determinadas crianças poderão evidenciar o desenvolvimento de capacidades incipientes ou próprias a alunos de turmas de seis anos, outras poderão estar transitando em domínios esperados para os anos seguintes e outras, por sua vez, poderão demonstrar já ter consolidado capacidades projetadas para o último ano, ao final do período de
alfabetização.
Para que a matriz aqui proposta seja melhor compreendida, apresentam-se, abaixo, algumas de suas características.

Campo de abrangência: focos de atenção e capacidades
A matriz de referência da avaliação diagnóstica apresenta capacidades que devem ser desenvolvidas ao longo de todo o período considerado, englobando, de forma indissociável, os processos de alfabetização e letramento. Esses dois processos são os focos principais de atenção da matriz.
O foco na alfabetização enfatiza a apropriação do sistema de escrita alfabético-ortográfico, bem como o desenvolvimento de capacidades motoras e cognitivas pertinentes a esse processo. O foco no letramento, como dimensão complementar e indissociável da alfabetização, privilegia
aspectos relativos à inserção e participação do indivíduo na cultura escrita, abrangendo capacidades de uso do sistema de escrita e de seus equipamentos e instrumentos na compreensão e na produção de textos, em diversas situações ou práticas sociais.

Em contextos de avaliação mais formal, aspectos relativos à alfabetização são mais facilmente observados. Por isso, a necessária perspectiva do letramento precisa ser explorada e avaliada nas interações dos professores com as crianças, nas quais se possa examinar, de forma mais natural, a relação dos alunos com diversos gêneros e suportes textuais (por exemplo, revistas
em quadrinhos, livros, bilhetes, jornais, propagandas).
Assim, situações efetivas de uso da escrita e da leitura devem ser criadas em sala de aula para que se possa saber como a criança se relaciona com a escrita no seu dia-a-dia e para que se possa avaliar o que ela conhece e entende sobre a escrita.
Para articular, na matriz, alfabetização e letramento (apesar da ressalva que se fez nos parágrafos acima), foram enfatizados três eixos ou domínios de capacidades relacionados à:
· aquisição do sistema de escrita;
· leitura;
· produção de textos.
A estrutura da matriz
A matriz proposta é apresentada em quadros. Em uma leitura vertical, apreendem-se as
capacidades a serem dominadas, apresentadas em graus de dificuldade. Quando a perspectiva
de leitura é horizontal, a matriz aponta, em três colunas:
· o que está sendo avaliado: as capacidades a serem desenvolvidas;
· a discriminação dessas capacidades: os descritores pertinentes às capacidades enumeradas;
· como avaliar as capacidades: exemplos de procedimentos e alternativas para operacionalizar a
matriz num instrumento de avaliação.
Pontos-chave
Uma matriz de referência discrimina conhecimentos e competências a serem avaliados, com a finalidade de orientar a elaboração de estratégias ou questões de avaliação.
A matriz apresentada abrange os fenômenos da alfabetização e do letramento e leva em conta três eixos:
· aquisição do sistema de escrita;
· leitura;
· produção de textos.



Como hoje é sexta-feira vamos deixar o texto mais curto.
Retomamos na segunda-feira!
Bom final de semana :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário