GEOGRAFIA- bacias hidrográficas do rio Amazonas

O Brasil é dotado de uma vasta e densa rede hidrográfica, sendo que muitos de seus rios destaca-se pela extensão, largura e profundidade. Em decorrência da natureza do relevo,predominam os rios de planalto que apresentam em seu leito rupturas de declive, vales, encaixados entre outras caracterísicas, que lhes conferem um alto potencial para a geração de energia elétrica. Quanto à navegabilidade, esses rios, dado o seu perfil não regularizado, ficam um tanto prejudicados. Dentre os grandes rios nacionais, apenas o Amazonas e o Paraguai são predominantemente de planície e largamente utilizados para a navegação. Os rios São Francisco e Paraná são os principais rios de planalto.
De maneira geral, os rios tem origem em regiões não muito elevadas, exceto o rio Amazonas e alguns de seus afluentes que nascem na cordilheira andina. Em termos gerais,como mostra o mapa acima, pode-se dividir a rede hidrográfica brasileira em sete principais bacias, a saber: a bacia do rio Amazonas, a do Tocantins-Araguaia, a bacia do Atlântico Sul - trechos norte e nordeste, a do rio São Francisco, a do Atlântico Sul - trecho leste, a bacia Platina, composta pelas sub-bacias dos rios Paraná e Uruguai e a do Atlântico Sul - trechos sudeste e sul.

Bacia do rio Amazonas
Em 1541, o explorador espanhol Francisco de Orellana percorreu, desde as suas nascentes nos Andes peruanos, distante cerca de 160km do Oceano Pacífico, até atingir o Oceano Atlântico, o rio que batizou de Amazonas, em função da visão, ou imaginação da existência de mulheres guerreiras, as Amazonas da mitologia grega.
Este rio, com uma extensão de aproximadamente 6.500km, ou superior conforme recentes descobertas, disputa com o Rio Nilo o rítulo de mais extenso do planeta. Porém, em todas as possíveis outras avaliações, é disparado o maior.
O rio Amazonas se apresenta como um rio de planície possuindo baixa declividade. Sua largura média é de 4 a 5 km,chegando em alguns trechos a mais de 50km.Por ser atravessado pela linha do Equador, esse rio apresenta afluentes nos dois hemisférios do planeta. Entre seus principais afluentes, destacampse os rios Iça, Japurá, Negro e Trombetas na margem esquerda e os rios Juruá, Purus, Madeira, Tapajós e Xingu na margem direita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário