Aguarde

Novos tempos pedem novas propostas e soluções.
Inclusão, currículos adaptados, atividades diferenciadas são a tônica do trabalho atual do professor que precisa atender individualmente todos os seus alunos.
E se você encontrasse numa só pesquisa, uma variedade de atividades sobre o mesmo tema, em diferentes níveis de aprofundamento?
Vem aí, os NOVOS DISCOS VIRTUAIS...
Aguarde!

MÃES & FILHOS - um novo espaço

O papel da família no desenvolvimento cognitivo da criança,é de extrema importância.
Estudos comprovam que entre os 2 e 6 anos de idade, é a época em que o cérebro está mais ativo à novas aprendizagens, e muitas vezes, a criança, não recebe os estímulos que deveria e que fariam a diferença, por toda a sua vida!
Em meus vários anos como professora de alfabetização, recebendo crianças que aos 7 anos não haviam tido contato com um lápis de escrever e que não tinham a menor noção de número, letra, coordenação motora fina, trabalhava com isso, e procurava desenvolver essas habilidades nas crianças, imaginando que esses aprendizados acontecessem mais tardiamente nas crianças. Mesmo tendo estudado tantas teorias, quando nos deparamos com a prática, tão diferente, ficamos até em conflito com o que é verdade e o que não é...
No entanto, hoje, como mãe de uma menina de 2 anos que já se interessa por números, letras, que já reconhece numerais e que me pergunta sobre eles onde os vê, sinto que se as mães procurassem explorar situações do dia-a-dia para ensinar seus filhos, eles se desenvolveriam muito mais.
Essas aprendizagens embora simples, fariam muita diferença na trajetória escolar ou de vida da criança.
Meu objetivo ao criar esse novo espaço no blog, é propor a exploração de situações simples do cotidiano das famílias, para que principalmente as mães, explorem e desenvolvam seus filhos.
Números, letras, não são aprendizagens da escola e para a escola, e portanto, obrigação das professoras.
Números, letras fazem parte da vida de um cidadão e portanto, a obrigação é de todos: da escola, da família, da sociedade!
Espero contribuir, e verá em breve nas postagens seguintes, relatos de situações exploratórias simples, que qualquer mãe, de qualquer família, independente de seu nivel social pode desenvolver.
O Banco de Atividades

Nenhum comentário:

Postar um comentário