Apostilas Temáticas

Que felicidade!
Em menos de 3 horas do anúncio já recebemos diversas respostas de interesse e sugestões para novas apostilas.
E também tem gente curiosa para conhecer o formato dela antes de tirar cincão do bolso :D
Quer dar uma espiadinha você também?
Escreva para nosso email: obancodeatividades@gmail.com e coloque no título "Quero conhecer".
Que enviamos uma amostrinha para você também ver como é o conteúdo e o quanto vale a pena você ter!

EDUCAÇÃO INFANTIL - projeto adaptação escolar

Justificativa:

Os primeiros dias na escola geram expectativas, ansiedade, insegurança, angústias, medos e dúvidas em pais, crianças, professores e funcionários. Considerando esse momento muito importante é fundamental desenvolver um trabalho que facilite a transição do ambiente familiar ao escolar, pensando e planejando atividades que garantam uma inserção gradativa, envolvendo todos em um ambiente afetivo e acolhedor.

Objetivo:

§ Proporcionar um ambiente agradável e acolhedor, visando o bem-estar do educando;

§ Que a criança sinta-se acolhida como um indivíduo se integrando á dinâmica do grupo.

§ Desenvolver atividades que permitam que as crianças e pais conheçam e interajam entre si, professores e funcionários.

§ Familiarizar a criança ao espaço escolar e sua rotina;

§ Oferecer aos pais sugestões, dicas e idéias que facilitem este momento de separação e conquista;

§ Que a criança sinta-se á vontade para manifestar suas emoções e necessidades;

§ Estabelecer uma comunicação entre pais e membros da escola com a participação da criança.


Conteúdos Conceituais

§ Identificação das pessoas suas funções no ambiente escolar;

§ Conhecer o espaço físico e a rotina da escola;

§ Construção da própria imagem e da identidade;

§ Valorização positiva da própria identidade;

§ Elaboração oral e coletiva de regras de convivência.

Conteúdos procedimentais

§ Adaptação aos ritmos e às rotinas da vida da escola;

§ Reconhecer as pessoas e suas funções na escola;

§ Situar-se e orientar-se nos espaços físicos da escola;

§ Reconhecimento dos espaços que são de seu uso;

§ Manifestação das próprias necessidades, vivências, emoções e sentimentos;

§ Aceitação da separação;

§ Hábitos de autonomia com seus pertences.


Conteúdos Atitudinais

§ Enfrentar e superar as dificuldades do processo de adaptação;

§ Adaptação aos ritmos e às rotinas da vida escolar;

§ Participação na vida da escola;

§ Interesse pela relação afetiva com a educadora e com os companheiros;

§ Confiança e segurança progressiva nas suas próprias possibilidades;

§ Interesse para vencer as dificuldades da transição do ambiente familiar para o escolar;

§ Aceitar a separação da família como um processo natural e necessário.


Contemplação das áreas

Língua Portuguesa

Linguagem oral:

§ Conversas, relatos de vivências, narração;

§ Nomear a professora, funcionários e colegas;

Linguagem escrita:

§ Conhecer a escrita do nome através de crachá e lista de nomes;

§ Pseudoleitura das regras de convivência.

Matemática

§ Orientação Espacial;

§ Percurso de trajeto, localização;

§ Contagem oral;

§ Jogos matemáticos;

§ Leitura de calendário.



Natureza e Sociedade

§ Profissões (apresentação de funcionários e suas funções);

§ Observação dos diferentes ambientes do espaço escolar.



Visual

§ Pintura livre (interferência);

§ Modelagem

§ Recorte e colagem;

§ Fantoches, vídeos, slides.



Movimento

§ Roda cantada;

§ Ginástica;

§ Dança;

§ Jogos simbólicos

§ Esquema corporal.



Música

§ Diferentes tipos de sons e músicas diversas.

Adptação

PROPOSTA DE ADAPTAÇÃO



Objetivo:

• Promover uma boa adaptação.



Conteúdo:

• Familiarização com o novo ambiente;

• Percepção de si e dos demais que dividem o mesmo espaço;

• Separação da família com tranqüilidade por uma parte do dia.



Tempo:

• Aproximadamente dois meses, com atividades diárias.



Material:

• Fotos da criança com a família, com animais de estimação, objetos de apego (brinquedos, “paninhos”, peças de roupas, etc.), contact, color-set, máquina fotográfica, caixa de papelão.



Organização do ambiente:

• As crianças deverão ser reunidas diariamente para a apresentação dos novos objetos. As fotos serão apresentadas às crianças, a princípio, individualmente. Após a familiarização de todos com suas próprias fotos, a intenção será a de socializar o acervo.



Desenvolvimento:

• 1ª Etapa: Pedir fotos em que a criança apareça com familiares e animais de estimação. Solicitar também os objetos de apego de cada um. Tudo deverá ser devidamente identificado como o nome da criança e ficará na creche para permitir que os pequenos usem o material sempre que sentirem necessidade;

• 2ª Etapa: Aproveitar os momentos de permanência dos pais na creche para colher informações sobre a rotina caseira. Exemplo: dicas de acalanto, banho, etc;

• 3ª Etapa: Confeccionar uma caixa que ficará conhecida por conter pertences trazidos de casa. Sempre que surgir um objeto novo, as crianças serão reunidas para que este seja apresentado. As crianças serão estimuladas a manipular/explorar o novo objeto, introduzindo a idéia de que os pertences podem ser emprestados. Com o tempo, as fotos também poderão ser socializadas de maneira a descrever os integrantes de cada família e estimular que cada criança reconheça a sua. Observar as reações e registrá-las por meio de fotos;

pelas famílias no chão do espaço em que as crianças permanecem a maior parte do tempo. As fotos deverão ser protegidas com contact que preserva as imagens e facilita a limpeza do local. Dessa forma, ao engatinhar, as crianças terão acesso ao “mural de fotos” com imagens de todo o grupo e poderão matar as saudades de seus familiares. Essa atividade ainda contribuirá para o desenvolvimento da noção de identidade (ao reconhecer-se nas fotos) e também da idéia de coletividade (ao reconhecer, da mesma forma, seus colegas).



Avaliação:

• Observação constante do comportamento dos pais e das crianças no momento da despedida e principalmente no decorrer do dia. Durante a observação das fotos, atentar-se a manifestações de saudades como choro ou sorrisos. Anotar as reações no decorrer do período de adaptação, atentando-se às evoluções.



Nenhum comentário:

Postar um comentário