Apostilas Temáticas

Que felicidade!
Em menos de 3 horas do anúncio já recebemos diversas respostas de interesse e sugestões para novas apostilas.
E também tem gente curiosa para conhecer o formato dela antes de tirar cincão do bolso :D
Quer dar uma espiadinha você também?
Escreva para nosso email: obancodeatividades@gmail.com e coloque no título "Quero conhecer".
Que enviamos uma amostrinha para você também ver como é o conteúdo e o quanto vale a pena você ter!

Teatro para o dia das mães 3

COMÉDIA DA VIDA ESCOLAR


Escrita por Gilvana Avelino( Gil)- Minha grande amiga



Apresentação: relataremos alguns fatos cotidianos da vida escolar e também de vocês mamãe.

A mãe sempre entra com o filho e o deixa na escola.

No cenário- uma pessoa sentada (diretora) atendendo ao telefone, mexendo em papéis etc..

Começa a desenrolar os fatos.

MÃE DISTRAÍDA chega e fala:

Gostaria de saber o dia da prova de Português?

Diretora: Foi ontem (responde da mesa)

Mãe: Mas ontem? Eu não sabia! O que vou fazer agora? E meu filho? Coitadinho... Deve ter ido mal pra caramba.

Diretora: Mas essa prova já estava marcada há 15 dias.

Mãe: Meu Deus! Preciso ficar mais ligada. Da próxima vez a senhora me liga um dia antes p ara avisar?

(A mãe sai preocupada com a mão na cabeça)

MÃE CALMA (entrando com o filho)

Diretora: Chamei a senhora aqui para lhe comunicar que seu filho tem ido mal nas provas, perdeu média e eu falo com ele e nem liga. Preciso da ajuda da senhora.

Mãe: I, i.i, i, i! Mas a senhora não sabe que ele é assim mesmo? Desde ano passado a professora reclama das mesmas coisas. Eu também não sei mais o que fazer, ele não me obedece. Já falei que estudar é importante, mas pelo jeito... Aaaaaa! Vê o que vocês podem fazer aí que para mim ta bom! Ele é muito pequeno ainda tem tempo!

(A mãe sai toda pensativa)

MÃE DECIDIDA (PERUA)

A mãe entra lendo um papel e fala:

Hum!HUM! Amanhã tem reunião na escola, preciso me preparar para arrasar no modelito! Aquelas professoras que me aguardem, vou chegar e abalar. Não pensem que elas vão me deixar de baixo astral só causa de algumas reclamações, nem pensar! Eu sou mais eu.

A mãe então se despede da filha (que se veste também bem “peruinha”, bolsinha, batom, cabelos arrumados, pulseiras). A professora que representou usou e abusou da “peruagem", colocou umas unhas postiças bem compridas, batons e tudo mais.

A mãe pega o celular e sai falando como se estivesse marcando cabeleireiro.

A diretora de longe só observa.

MÃE ESPORTIVA:

Entra a mãe com uns alteres na mão e roupa de ginástica dizendo:

Um, dois, um, dois! Tarefa dura é ser mãe, mas eu não abro mão da minha boa forma, já que não posso ir à academia, ela vem até mim. Abdominal enquanto varro a casa, caminhada enquanto levo as crianças para escola, alongamento enquanto espero o sinal da Saída. Essas tarefas me cansam... Mas da saúde eu não posso esquecer.

Pega na barriga dos filhos e dizem q precisam emagrecer, para filhos foram escolhidos as crianças bem magrinhas.

MÃE NERVOSA:

Chega rapidamente gritando e começa a falar:

Hoje quero fazer um “regaço” nessa escola. Bate a mão na mesa da diretora enquanto ela mexe em uns papéis.

Mãe: eu vim aqui para pedir uma explicação para a senhora e saber o porquê minha filhinha chegou toda machucada em casa?

Diretora: Eu posso...

Mãe: não pode nada, se pudesse ter feito alguma coisa não teria acontecido nada com ela.

Diretora: Mas sua filha...

Mãe: Não quero saber, só vim avisar que se não for tomado providências com quem bati na minha menininha eu mesma vou resolver. Procurarei o Conselho Tutelar, a prefeitura e até a polícia se for preciso

Diretora: A senhora...

Mãe: Não quero ouvir mais nenhuma palavra, você está avisada. Se eu voltar aqui de novo, não responsabilizo pelos meus atos.

Enquanto a mãe fala a filha fica mexendo em tudo na mesa, passa debaixo

Mãe: Não quero ouvir mais nenhuma palavra, você está avisada. Se eu voltar aqui de novo, não responsabilizo pelos meus atos.

Enquanto a mãe fala a filha fica mexendo em tudo na mesa, passa debaixo da mesa pula sem parar. Escolher uma criança bem grande e se possível a mãe baixa.

A mãe se despede da filha e sai nervosa, resmungando. A diretora fica com cara de samambaia.



MÃE ATRASADA: Chega andando depressa e puxando uma bolsa de carrinho seu filho sai correndo na frente dizendo q o portão já vai fechar.

Mãe: Desculpe-me, mas outra vez estou chegando atrasada, também com tudo o que me aconteceu hoje pudera... O cachorro latiu a noite toda e amanheceu doente não dormi direito, meu relógio não despertou, o gás acabou bem na hora de fazer o café...

Diretora: Meu Deus!

Mãe: A senhora acha que acabou? Fala filho o que mais aconteceu...

Filho: Bem na hora que fui tomar banho o chuveiro queimou.

Mãe: A van? Não passou e pra piorar o pneu do carro estava furado. Ah, não! Assim não dá! Sabe de uma coisa acho que sou azarada e não atrasada. Vem cá filhinho dá só, mas um beijinho na mamãe... ( beija, beija, beija e sai)

No meio do caminho se lembra de algo e fala:

Faz um favor pede pra professora colocar ele sentado na frente, não gosto que sente atrás.

Diretora: Qualquer semelhança com fatos, pessoas e acontecimentos terá sido mera coincidência.

Ao final da peça as personagens são chamadas e entram em desfile e lê-se a mensagem:

Se as mães fossem perfeitas não seriam tão boas, um dia elas vão entender isso e parar de se esforçar para alcançar a perfeição. Mães sempre querem o melhor para seus filhos, mesmo que para isso tenha que passar de um extremo ao outro.

Mãe é frágil e ao mesmo tempo fera, é luz, é bondade, e essa mistura de atitudes e sentimentos é que fazem com que vocês sejam tão especiais em nossas vidas e principalmente na vida de seus filhos, afinal: AMOR PERFEITO É AMOR DE MÃE.

PARABÉNS

Sonoplastia

Cada mãe tinha sua sonoplastia que era colocada assim que ela entrava como não me lembro do nome da música vou deixar aqui um trecho de cada.

MÃE DISTRAÍDA: “Eu ando sempre no mundo da lua...”

MÃE CALMA: “Ando devagar porque já tive pressa e trago esse sorriso porque já chorei demais...”

MÃE DECIDIDA (PERUA): “Eu vou passar batom, eu vou ficar bonita...” Kelly Key

MÃE ESPORTIVA: “Gordurinha, gordurão vai saindo de montão”... Xuxa

MÃE NERVOSA: “Isso me dá tique- tique nervoso, tique- tique nervos”

MÃE PROTETORA: “Amor sem beijinho, Bochecha sem Claudinho, sou assim sem você...”

MÃE ATRASADA: “Devagar, devagarinho” Martinho da Vila



ESPERO QUE GOSTEM! A PEÇA FOI UM SUCESSO, POIS AS MÃES SE DIVERTIRAM E REFLETIRAM AO MESMO TEMPO.

As personagens foram feitas pelas professoras cada fez em seu turno e os filhos foram alunos.



Uma dica para ser feita pelos menores: o professor narra a peça e as crianças encenam.

Ao final é oferecido um lanche em cada sala (que é fornecido pela prefeitura) e foram feitas novas apresentações cada um em sua sala, deu muito certo.

Priscila





5 comentários:

  1. Sou pedagoga, e amei esse teatro, vou adaptá-lo a nossa realidade, para representar com as próprias professoras sendo as mães, acrescentando outros tipos de mães do nosso cotidiano escolar.
    bjos e parabéns!
    silvana

    ResponderExcluir
  2. GOSTEI MUITO DA IDÉIA!LEGAL MESMO!
    BETH - ITAPETININGA

    ResponderExcluir
  3. Muito bom, atividades diversificadas para minha turminha!

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito, das atividades diversificadas para minha turminha!

    ResponderExcluir
  5. Muito bom, atividades diversificadas para minha turminha!

    ResponderExcluir