Cantata de Natal - Um rei diferente

( PARA SER ENCENADA / TEATRO)

Narrador: (começa a música). Esta é a história do nascimento de um Rei. Prometido por Deus, anunciado por profetas e anjos, e esperado por muita gente. Nasceu pobre, na estrebaria de uma cidadezinha lá longe, chamada Belém. Seu bercinho era um cocho, onde os animais comiam. Sem prata, sem ouro, sem glórias. Não teve súditos para mandar, teve amigos. No lugar de um cetro, apenas mãos estendidas para dar e acolher. Esta é a historia do nascimento de um Rei, que fez da sua vida, principalmente de sua morte, o bem supremo da humanidade. É a historia do nascimento de um Rei cujo reinado é eterno, sem fim. Um Rei diferente!



MUSICA:



UM REI DIFERENTE



Dentre as palhas nasceu o Rei menino Jesus.

Veio para ser a nossa paz.

Veio para ser nossa luz.

Dentre as palhas nasceu o Rei menino Jesus.

Veio nos dar o seu perdão.

Veio trazer salvação.



Pequena vila tão pobre em Belém.

Quem poderia pensar que um lugar

Tão humilde pudesse o Rei embalar?



Dentre as palhas nasceu o Rei menino Jesus.

Veio para ser a nossa paz.

Veio para ser nossa luz.

Dentre as palhas nasceu o Rei menino Jesus.

Veio nos dar o seu perdão.

Veio trazer salvação.



A manjedoura por berço tomou,

Teve por trono a cruz.

Uma coroa de espinhos usou.

Rei diferente é Jesus.



 (Maria está sentada e o anjo entra)



Narrador: (começa a música). E no sexto mês foi o anjo Gabriel, enviado por Deus, a uma cidade da Galiléia chamada Nazaré, para falar com Maria. E entrando o anjo onde ela estava disse-lhe: Salve, agraciada; o Senhor é contigo. Bendita és tu entre as mulheres. Quando Maria viu o anjo, ficou com medo e confusa; e perguntou para si mesma: o que está acontecendo? E o anjo, vendo-a assustada, disse-lhe:
MÚSICA:

NÃO TEMA

(anjo)

Não tema, ó, Maria, com o que vou lhe dizer.

Dentre todas as donzelas, a escolhida foi você.

Pra dar à luz a quem Emanuel se chamará,

pois Ele do pecado o seu povo livrará.



(Maria)

Um pouco assustada eu confesso que estou.

Mas me sinto agraciada porque Deus me contemplou.

Darei à luz então quero saber como será.



(anjo)

O Espírito de Deus um milagre em ti fará.



(coral)

Emanuel, Deus conosco sempre está.

Emanuel, o seu povo livrará.

Emanuel, sempre pronto pra salvar.

Emanuel, Ele assim se chamará.

Emanuel, Deus conosco sempre está.

Emanuel, o seu povo livrará.

Emanuel, sempre pronto pra salvar.

Emanuel, Emanuel, Emanuel,

para sempre, ele assim se chamará.



 (O anjo sai pra trás e Maria desce para encontrar José).



 ( Entra José e Maria indo para a estrebaria).



Narrador: (começa a música). Aconteceu naqueles dias que o imperador César Augusto decretou que cada um se alistasse em sua própria cidade. E subiram da Galiléia para Belém, José, e Maria que estava grávida, a fim de se alistarem. E estando eles ali, chegou o dia de Maria dar a luz.

MÚSICA:



O ALISTAMENTO



Corre então José, corre Maria e vão logo se alistar.

Já levantam cedo bem cedinho, pois precisam viajar.

Não tem carro nem motocicleta, nem metrô nem avião.

Um humilde e lento jumentinho será sua condução.



O imperador César Augusto uma ordem assim deu:

Cada um se aliste, bem depressa, na cidade onde nasceu.

Correm, correm, correm bem depressa, pois precisam

encontrar

nas hospedarias da aldeia um lugar para ficar.



Mesmo cansados de tanto andar, não conseguiram achar.

Na estrebaria, estranho lugar, foram então, se alojar.

Pobre Maria se acomodou e logo foi preparar

o berço do seu querido bebê que logo iria chegar.

Corre então, José, corre Maria e vão logo se alistar.

Já levantam cedo, bem cedinho, pois precisam viajar.







 (Os pastores entram antes da narração).



 (Na hora da narração entra o anjo).





Narrador: Naquela noite, alguns pastores estavam no campo e guardavam os seus rebanhos; quando, de repente, (começa a música) apareceu-lhes um anjo que cercou de brilho da glória do Senhor.



 (Os pastores saem indo em direção à estrebaria).



MÚSICA:



GLÓRIA A DEUS NAS ALTURAS



Glória a Deus nas alturas!

Na terra aos homens, paz.

Glória a Deus nas alturas e boa vontade.



Não temam, queridos pastores.

A Deus rendam Glória e louvor.

Por que em Belém da Judéia nasceu Jesus Rei, Salvador.

Com panos agasalhado em uma manjedoura o verão.

Pois este é o sinal que vai lhes mostrar Jesus Cristo a salvação.



Narrador: E os pastores disseram uns aos outros: vamos, vamos até Belém ver esta coisa que aconteceu, a respeito da qual o Senhor nos falou.



Glória a Deus nas alturas!

Na terra aos homens, paz.

Glória a Deus nas alturas e boa vontade.

Com seus corações radiantes, pastores ficaram também.

Depressa deixaram o campo e foram ver o neném.

Maravilhados estavam e a notícia assim se espalhou.

A todos contavam, com grande alegria, que o Rei prometido chegou.



Glória a Deus nas alturas!

Na terra aos homens, paz.

Glória a Deus nas alturas e boa vontade.



(e boa vontade, e boa vontade, e boa vontade.)



 (Os magos entram pela porta da frente indo até a estrebaria).



Narrador: Quando Jesus nasceu, alguns magos foram das distantes terras do Oriente até Belém para adorá-lo. Eles formam guiados por uma estrela, até que, chegando, a estrela parou sobre o lugar, onde estava o menino. Eles ficaram muito alegres (começa a musica), e, ao entrar, acharam o pequeno Rei com sua mãe Maria.



MÚSICA:









OS MAGOS



De longe viemos para ao Rei adorar.

Presentes trazemos para lhe ofertar.

Pois, também queremos compartilhar

da alegria de ver quem nos veio salvar.



De todos os reis, Tu és o primeiro.

Os outros reinados são passageiros.

Por entre desertos té aqui chegar.

Brilhante estrela sempre anos guiar.

Pequena criança, só tu levarás.

os filhos de Deus ao seu reino de paz.



Ó vinde adoremos ao nosso Senhor.



Narrador: (começa a música). A noite estava calma. Lá fora só se ouvia o cantar dos grilos sob o céu estrelado. Sobre a estrebaria reluzia uma estrela especial, pois lá dentro estava o pequenino Rei dormindo em seu bercinho. Enquanto isso, Maria, José e os pastores não paravam de admirá-lo. Seus corações estavam cheios de fé e alegria, porque viram no pequenino bebe o cumprimento de uma promessa feita por Deus há milhares de anos: A promessa da salvação.



MÚSICA:



UM MENINO NASCEU



Pois um menino nos nasceu.

De Deus o Filho se nos deu.



Maravilhoso, Conselheiro,

Deus Forte sei que és.

Pai da eternidade, Príncipe da Paz.



Pois um menino nos nasceu.

De Deus o Filho se nos deu.



Dorme em paz ó, linda criança.

Sono tranqüilo e bom.

Plano perfeito és de Deus.

Pra nossa redenção.



Pois um menino nos nasceu.

De Deus o Filho se nos deu.



 (Os magos e os pastores saem).



 Na última música todos os personagens cantam com o coro.



Narrador: E assim, pastores e magos voltaram para suas casas, felizes, pois conheceram o pequeno Rei. Eles estavam maravilhados, pois sabiam que ele era um Rei diferente. Hoje, esse Rei nos convida a celebrar o seu Natal de modo diferente das pessoas que não o conhecem. Ele nos convida a sermos pessoas diferentes e a fazermos diferença no mundo onde vivemos. Afinal, Ele é um Rei diferente.


Um comentário:

  1. minha escola vai cantar tudooooo isso hj ás
    7:00 so ñ tem a dim dom

    ResponderExcluir