MAQUININHA PAGSEGURO

Aumente suas vendas aceitando débito e credito.
Compre em condições especiais pelo link:

Meio Ambiente (26) Desenvolvimento

Havia dito anteriormente que essa era a última atividade descrita no projeto, mas havia ficado a confecção de um cartaz que encontra-se no pátio da escola e é muito importante pois seu tema é: “O que você pode fazer para preservar a natureza”.




Abaixo seguem as ilustrações utilizadas em sua produção:


Os alunos da turma da quarta série montaram o cartaz que após pronto ficou assim:

É com tristeza que encerramos nosso relatório... não porque o projeto acabou, mas porque gostaríamos que todas as idéias e aulas que ainda vamos dar já pudessem ter sido dadas e já estivessem aqui, para que vocês pudessem ver, que a dimensão do nosso projeto foi bem maior do que as muitas páginas que escrevemos até agora. Mas infelizmente isso não é possível, hoje é dia 15 de outubro, Dia dos Professores e estou aqui, terminando de contar tudo para vocês porque o tempo está se acabando...
O relatório teve início duas semanas após o início do projeto, mas tudo foi muito corrido, naquela época ainda não tínhamos scanner e não tinha como fazer tudo do jeito que queríamos. E mesmo com tudo adiantado, pois esse projeto aliás, esse relatório já andou muito por aí: visitou o Secretário Municipal de Educação, toda a Equipe Pedagógica além da coordenadora de projetos Vera Lúcia Miranda, foi averiguado pelo IBAMA e todos ficaram encantados com o trabalho, mesmo assim, foi terminado no dia 16 de outubro, porque eram muitos detalhes, muitas fotos, a edição deste relatório foi lenta e demorada.




Pedimos para algumas pessoas que viram o trabalho para que dessem sua opinião. A seguir seguem aqueles que quiseram opinar por escrito sobre o nosso trabalho:




“Acompanhei todo o esforço para a elaboração e prática do projeto. Quando tudo começou não imaginei que fosse algo de tão grande proporção e que fosse necessário mobilizar tantos esforços, mas tudo cresceu e fomos vendo todos os objetivos sendo atingidos, com a participação de todo o corpo docente e discente do Estabelecimento e ainda, o IBAMA, aulas de capoeira, palestras, passeios, etc.. Foi muito gratificante em todos os sentidos pois houve resposta imediata da aprendizagem dos alunos, da participação dos pais e demais integrantes do projeto”.
Orientadora Educacional

“ Um projeto inovador, que veio contribuir não só com o aprendizado do aluno mas também na socialização dos alunos, professores e comunidade, trazendo-nos uma grande contribuição por uma escola inovadora, com qualidade na educação.”
Formada em Letras –Língua Portuguesa e Inglesa.

Coordenadora Pedagógica de Língua Portuguesa e Inglesa do Município

“A criança de hoje espera aprender com alegria e construindo esse conhecimento através do projeto, elaborado com carinho, onde professores e alunos juntos formam um amanhã e uma educação com qualidade, temos certeza que esses cidadãos, os cidadãos de amanhã serão mais críticos e capazes de interagir com o meio ambiente com mais responsabilidade.


Parabéns à todos que com garra e determinação alcançaram esse sucesso de trabalho!”
Coordenadora da área de Matemática do município

“ O projeto foi avaliado em todas as suas dimensões. A equipe pedagógica do município esteve acompanhando o projeto e avaliando se os conteúdos trabalhados estavam a nível dos alunos e ficaram todos muito satisfeitos com a criatividade, a seqüência de conteúdos assim como a interdisciplinaridade com as outras áreas do conhecimento com a qual o trabalho do projeto fez ligação. Notamos também o entusiasmo dos alunos nas atividades desenvolvidas assim como a união entre corpo docente e direção/orientação da escola, que estiveram todos unidos no mesmo propósito, assim como envolvimento da comunidade sempre que solicitada. Acreditamos que os objetivos foram atingidos em sua totalidade e que muita coisa boa ainda está por vir nessa luta em prol do meio ambiente que a escola começou.”
Pós Graduada em Língua Portuguesa

Coordenadora de Projetos do município

“ Não foram fáceis esses meses trabalhando no projeto, a responsabilidade de planejar as ações, as atividades e todas as ações do corpo docente, o medo do inesperado, e da reação dos alunos diante de um sistema de aprendizado diferente do tradicionalmente adotado em sala de aula, repleto de atividades fora da sala de aula, passeios fora da escola além de experimentações, tudo isso exigiu muito esforço, muita pesquisa em fontes diversas e também na internet. A preocupação com os detalhes: os cadernos e suas cansativas margens à serem feitas à cada nova atividade, o acompanhamento do trabalho dos professores além dos registros em fotos a cada vez que uma atividade era realizada em sala... mas ninguém consegue nada sem esforço. E se tivesse que começar agora, começaria tudo de novo! Até mais entusiasmada do que no início porque agora sei que todo tempo que investi nesse trabalho valeu a pena, uniu os professores como nunca estiveram unidos até então, os demais funcionários da escola, contagiou os alunos e envolveu outros setores da sociedade como o IBAMA, a Secretaria Municipal de Educação que nos apoiou em tudo o que foi necessário e envolveu toda a comunidade. Até haverá uma gincana ecológica no bairro. Será que tem alguma coisa a ver com a nossa influência?! Quem sabe...A luta continua, há muito a ser feito e muito a ser aprimorado para o próximo ano, onde iniciaremos a Educação Ambiental desde o início do ano letivo. Afinal, cuidar do ambiente é dever diário, desde que nos entendemos por gente, até o dia em que sairmos desse mundo, pois dele dependemos, e sem ele...
Diretora da escola

A opinião dele, não poderia deixar de estar presente em nosso trabalho, pois tudo o que lhe pedimos para realizar nosso trabalho, ele buscou e conseguiu para que pudéssemos atingir os nossos objetivos. Mesmo sem conhecer o trabalho que iríamos realizar pois ele estava ainda dentro da minha cabeça, me depositou toda a confiança que eu necessitava :
“Após análise do Projeto “Aprendendo a preservar o Parque Saint-Hilaire/Lange” posso dizer que diante do trabalho realizado pela equipe liderada pela professora Juliana Cristina Beluzio realmente realizaram um belo trabalho que deveria ser implantado em todas as escolas que fazem parte deste belo parque, para que as crianças e também os adultos aprendam a viver em harmonia com o meio ambiente”.
Secretário Municipal de Educação

E tenho muito a agradecer a ele em tudo o que foi realizado. Pela primeira vez, desde que ocupo a direção desta escola, tenho conseguido apoio incondicional ao meu trabalho, ou seja, confiança, apoio, recursos principalmente, pois nossa realidade nos permite alçar vôos altos, mas nunca chegamos muito longe se não tivermos recursos para tal... e quando o procurei explicando o que eu iria começar a desenvolver na escola e pedi material, fui atendida prontamente e pude começar o projeto executando-o do modo como havia planejado. E isso foi muito gratificante.




Também tivemos apoio quando precisamos de ônibus para realizar os passeios fora da escola como a viagem a Curitiba, ao Parque Rio da Onça e os outros que foram realizados.



Até a Prefeitura Municipal da cidade na figura de seu ilustríssimo prefeito, atendeu nosso pedido de compra de uma impressora matricial para a realização das atividades para os cadernos dos alunos, uma vez que a manutenção da mesma é bem mais barata e acessível do que a da impressora jato de tinta que dispomos. É claro que ela é excelente mas um cartucho de tinta a mais de 100 reais é um tanto fora de nossa realidade.



Por isso também temos muito a agradecer ao Excelentíssimo Senhor Prefeito, que não nos negou seu apoio ao nosso trabalho, demonstrando através desse ato, seu profundo interesse na educação de nossa escola e no desenvolvimento de nosso trabalho.



Realmente o tempo foi curto para fazermos tudo o que estava previsto, mas o projeto continua, e vocês avaliadores sintam-se desde já convidados a nos fazer uma visita, se assim o desejarem, para conhecer além do que foi mostrado e produzido até agora.




Algumas das ações que já estão no planejamento deste mês e que serão realizadas logo são:



 parada ecológica (será realizada na frente da escola) com o apoio da Polícia Florestal ( a atividade já deveria ter acontecido e foi adiada devido ao mau tempo na data prevista). Consiste na entrega de cartões (confeccionados com o papel que os alunos reciclaram) aos motoristas e também conversa dos alunos explicando a importância de preservar a natureza, de não poluir a baia de Guaratuba, colaborando com o nosso meio ambiente;



 Passeio na mata (será realizado no Cabaraquara) com o apoio e presença dos pais dos alunos, do IBAMA e da Polícia Florestal ( a atividade já deveria ter acontecido mas na ocasião também foi adiada devido ao mau tempo e necessita da disponibilidade de transporte da Secretaria Municipal de Educação). Consiste no passeio no Parque Saint-Hilaire/Lange para observar a fauna e a flora e também o solo do local. Terá sua saída no Cabaraquara e depende principalmente da condição do terreno, não pode estar muito molhado, uma vez que as crianças estarão presentes;



 Produzindo flores de garrafa PET (atividade será feita na escola), onde os alunos aproveitarão as garrafas de refrigerante descartáveis que trazem para produzir flores que serão colocadas no jardim da escola, como essa da foto por exemplo:


 trabalho com música (será realizado na escola), os alunos terão aulas de música para aprender a cantar a música Planeta Água de Guilherme Arantes para apresentar para os pais;




 reunião com o IBAMA (será realizada na escola), uma reunião onde o IBAMA estará esclarecendo as dúvidas da comunidade em relação à legislação do parque, quais são os direitos e os deveres em relação à ele;



 visita à Usina Hidrelétrica (provavelmente a usina da serra do mar), para conhecer como é produzida a energia elétrica que chega às casas dos alunos e que é produzida a partir da água (que é o tema dos próximos trabalhos);



 palestra com a Polícia Florestal (para os alunos) onde eles estarão esclarecendo cuidados que as pessoas devem ter em relação à natureza em geral;



 visita à Estação de tratamento de água da cidade onde os alunos conhecerão todo o processo de tratamento de água.



 Passeio em Cubatão (os alunos), para conhecerem a zona rural de nossa cidade, as plantações que são realizadas e o cuidado com o meio ambiente;



 Efetivação da horta da escola (os alunos), onde cada turma terá seu canteiro e realizará trabalhos nele, observando o crescimento das plantas e aprendendo a cultivar o solo;



 “adotando uma planta” (os alunos), cada um plantará um pé de alface em um fundo de garrafa PET e cuidará de seu desenvolvimento, realizando as observações necessárias.



 “cuidando dos jardins” (os alunos), onde cada turma terá seu canteiro de jardim e realizará trabalhos nele, observando o crescimento e desenvolvimento das plantas e flores;



 “Reciclando sempre” (os alunos), produzindo cartões com o papel reciclado inclusive os de Natal para o final do ano;







Como pôde ser observado, muita coisa ainda está por vir no projeto e continuaremos na luta por um meio ambiente melhor.



Além disso, mudando um pouco de assunto, nosso trabalho, foi um trabalho de equipe. Todos estavam envolvidos, todos batalharam, aprenderam, se esforçaram para que conseguíssemos chegar onde chegamos. Agora tomamos fôlego, e continuaremos.
CONCLUSÃO






Bem, o tema Meio Ambiente, é um tema muito complexo, pois pode ser estudado diante de várias facetas: pode se falar de animais, de plantas, de recursos naturais ou simplesmente limitar o trabalho na ação do homem sobre a natureza. Pela sua amplitude, merece muita atenção e muito tempo de trabalho para que algo substancioso seja produzido.



Como nosso trabalho ainda não terminou, pelo contrário, ainda está na metade, nossa conclusão limita-se apenas à parcialidade que vivemos, que sentimos, que trabalhamos.



Eu, como diretora e editora desse relatório, posso dizer com certeza que foi o melhor projeto que eu já trabalhei. Nunca nesses anos de Agrinho, tinha realizado um trabalho de tamanha amplitude, que envolvesse tantas pessoas, tantas cabeças cada uma com sua diferente vivência e experiências de vida, mas que, nesses momentos, tinham o mesmo pensamento, os mesmos objetivos, a mesma vontade de fazer, de produzir, de transmitir o conhecimento da aula, e de aprender com seus alunos.



Já tive muitos problemas de aceitação do corpo docente às minhas idéias, sei que não deve ser fácil para professores bem mais velhos, ouvir e acatar minhas vontades, às vezes alguns achavam que eu estava apenas querendo ser mandona, ou ter total controle da situação, mas nunca foi essa minha intenção, e com o trabalho tão unido no projeto, todos os professores se uniram e se uniram à mim também, formei a equipe que sempre quis ter na escola, e o fato do projeto continuar, vai garantir nossa harmonia, pelo menos enquanto eu estiver aqui. Pois o cargo de direção é passageiro, a gente nunca sabe o dia de amanhã.



Também não esperava a aceitação dos alunos da maneira como aconteceu, em algumas fases do projeto, os alunos faziam festa quando eu ou a Orientadora levávamos os cadernos com a aula do dia. Isso ajudou muito, pois os professores foram percebendo que os alunos gostavam das aulas e que eles deveriam gostar também. E fazer o possível para que os alunos gostassem cada vez mais.



Os pais, também participaram quando foram solicitados, e também serão mais envolvidos agora que começar definitivamente a horta, pois serão convidados à participarem das atividades com seus filhos, e assim, se unirão mais aos nossos problemas diários e à nossa luta em prol do meio ambiente.



Queremos construir uma comunidade harmoniosa com a natureza, uma vez que a localização é muito polêmica : o entorno de um parque de preservação total onde nada se pode fazer! E sabemos que aos poucos estamos atingindo nossos objetivos, pois a cada dia novos objetivos surgem, assim como novas idéias, novas atividades, novos projetos, dentro de um projeto maior: o da preservação do parque!



Sabemos que o que produzimos aqui, numa experiência piloto, será levada à todas as outras escolas do entorno protetivo do parque, perfazendo um total de oito escolas, e isso, só nos deu mais responsabilidade, mais determinação e vontade de fazer o melhor trabalho, de produzir as melhores aulas, embora sabemos que muito mais pode ser feito, estamos (digo em nome de todos que participaram do projeto) felizes com o que já conseguimos, e ansiosos por alcançar mais, muito mais.



Pois quanto mais cuidados tivermos com nossa casa, mais recompensas teremos, pois estaremos cuidando do que é nosso, e nossa casa (o planeta) continuará sendo o melhor lugar que poderíamos morar!



E que Deus nos abençoe! Nessa luta onde não haverá vitoriosos ou vencidos, apenas harmonia para que a vida continue, bela, linda, maravilhosa sobre a face da Terra...







Corpo docente

Direção

Orientação

Escola M.

********a última postagem desse projeto será a próxima, que mostra um pouquinho do que foi feito após a entrega do relatório e a ocasião em que a escola recebeu a equipe de filmagem do projeto Agrinho na escola.




Nenhum comentário:

Postar um comentário