Meio Ambiente (18) Desenvolvimento

Os alunos do jardim II tiveram outra aula dentro do projeto. Desta vez eles falaram sobre outro animal existente no parque: a borboleta. E como atividade prática, pintaram-na e colaram barbante na borboleta abaixo:


Os alunos do pré escolar continuaram suas atividades, aprendendo com a sua professora sobre os elementos da natureza, o que foi feito pela natureza e o que foi feito pelo homem e em seguida realizaram a atividade abaixo, onde deveriam pintar os elementos da natureza:

Devido ao grau mais elevado dos alunos do grupo 2, estes realizam bem mais atividades do projeto em um espaço de tempo menor, o que possibilita uma extensão e um aprofundamento dos assuntos com textos informativos e interpretações orais fazendo com que eles obtenham bem mais conhecimentos.

Seus estudos desta vez, se concentraram no conteúdo de uma apostila de educação ambiental escrita por Alexandre Leocádio Santana Neto (escritor de Matinhos) no capítulo que falava sobre o lixo. O texto foi lido pela pela professora e comentado oralmente em seus pontos de dúvida:
LIXO - JOGANDO FORA VELHOS HÁBITOS

O que é lixo?
Lixo é tudo aquilo que não utilizamos mais e por esse motivo descartamos.
Muitas coisas que jogamos fora todos os dias podem possuir uma utilidade ainda.
Existem vários tipos de lixo. Vamos nos preocupar com o que produzimos em nosso cotidiano. Principalmente em nossa casa, e em nossa escola.

Tipos de lixo
O lixo poderá ser orgânico: restos de comida, folhas de árvores, etc.
Ou também poderá ser os materiais recicláveis que levam um tempão para se decompor na natureza, como as garrafas e embalagens de plástico, latas de alumínio, frascos de vidro, papel. Etc.

Se tiver outra utilidade, a gente descarta?
Se tiver outra utilidade, vai deixar de ser lixo, e portanto, não descartamos. Perceba no seu dia-a-dia que muita coisa que se joga fora pode possuir uma utilidade.

Locais de destinação final do lixo
O nosso próprio bairro é um dos locais mais prejudicados com o despejo do lixo. Ruas, terrenos baldios, lixeiras públicas são os principais alvos.
Se existir uma lixeira pública na rua de sua casa, preste atenção que poucas são as pessoas que respeitam os horários de coleta. O acúmulo de lixo é tão grande, que acaba por se formar um verdadeiro lixão.

Lixões
São locais determinados por uma administração pública, onde é depositado o lixo da cidade.

Problemas a curto prazo: destruição de área de floresta; contaminação, do solo e demais recursos naturais chorume, emissão de gases tóxicos, muitas cidades no Brasil despejam seus resíduos em áreas de lixões.



Não fique com dúvida
O que é chorume?
O lixo orgânico se decompõe, transformando-se num caldo, altamente tóxico. É este caldo que chamamos de chorume. Além, do chorume, o lixo orgânico quando está se decompondo se transforma em gás metano, que é inflamável, podendo ocasionar explosões. Esse gás é prejudicial a camada de ozônio.


Problema a longo prazo
Demora na decomposição dos materiais recicláveis.


Aterros sanitários
É uma obra de engenharia apropriada para deposição de lixo.
Ocorre o tratamento do chorume. Os resíduos são cobertos por camadas de solo argiloso e a emissão de gases é controlada.
Para se fazer um aterro sanitário, o meio ambiente também sofre vários impactos, principalmente no que diz respeito a devastação de floresta. Além do mais, o custo para fazer e manter um aterro sanitário é muito alto.

Aterro sanitário de Matinhos e Pontal do Paraná
O aterro sanitário dos 2 municípios localiza-se em Pontal do Paraná. É administrado pelo CIAS- Consórcio Intermunicipal para o Aterro Sanitário.

Incinerador
O lixo hospitalar que é encaminhado para lá é incinerado, isto é, é queimado num forno que chega até 850º C. para se Ter uma idéia de como isso é muito quente, a água quando entra em ebulição (quando ferve), chega a 100ºC, e já é quente para caramba. Imagine 850ºC! fique ligado: esses cuidados são necessários porque os resíduos hospitalares podem transmitir várias doenças. Exemplos de lixos hospitalares: seringas descartáveis, restos de curativos, etc.

Células receptoras de resíduos sólidos urbanos
É o local onde se despeja o lixo no aterro sanitário. “ Resíduos sólidos urbanos” são os lixos produzidos nas cidades, geralmente o que produzimos em casa ( lixo domiciliar). Para o chorume não atingir o solo, ele é revestido por uma lona de plástico chamada de geo-membrana.

Tratamento do chorume
Por se tratar de resíduo altamente tóxico, um aterro sanitário deve tomar vários cuidados para que esse material não chegue até a natureza.

Maratona do chorume
O chorume será drenado da célula de lixo por tubulações que chegarão até caixas de concreto chamadas caixas boca de lobo.
Desta lagoa, o chorume é encaminhado a uma outra lagoa artificial chamada lagoa facultativa, onde o chorume ficará repousando...
Dessas caixas, elas passarão para um poço receptor, sendo bombeado até uma lagoa artificial, chamada lagoa anaeróbica, para receber os primeiros tratamentos com oxigênio e microorganismos que se alimentam da matéria orgânica.
Até ser despejado na última lagoa artifical, chamada lagoa bio indicadora. “ Bio” significa vida, indicadora de vida, pois, será nesta lagoa, que poderá constatar-se a existência de vida ( peixes, aves, girinos, etc). se existir, significa que o chorume foi bem tratado e não prejudicará o meio ambiente, pois dali, ele irá para um rio.

Central de triagem
Numa central de triagem os materiais recicláveis são divididos por categoria, e revendidos às empresas ou indústrias que farão esse material retornar ao ciclo de produção, substituindo a extração de matéria-prima.

O nosso papel
No processo de reciclagem, somos responsáveis pela separação dos materiais recicláveis. Eles devem ser separados do lixo orgânico, para terem o destino certo, rumo ao ciclo de produção.

Ciclo de produção
O ciclo de produção possui várias partes, vamos estudá-las?
1º começa com a extração de matéria prima. Que são os recursos naturais. Vamos para o segundo passo...
2º pois é, serão as indústrias que transformarão a matéria-prima em produtos para consumirmos. Podemos chamar esse processo de industrialização. Isso quer dizer que a maioria das coisas que consumimos vem da natureza, pois a matéria-prima vem de lá.
3º depois da matéria-prima ser transformada em produtos o mesmo passará por diversos estabelecimentos ( depósitos, armazéns, supermercados, lojas, etrc...) até chegar em nossas mãos, pois, fazemos parte do mercado consumidor.
Colocar um material que já foi usado, no ciclo de produção é reciclar. A reciclagem representa portanto, a não extração de matéria-prima da natureza, uma vez que o que irá servir como tal é o próprio material que já foi usado. Inteligente, sim?

Não fique com dúvida
Mercado consumidor?
Quem compra e consome faz parte do mercado consumidor.

Sugestão de atividade para o tema lixo: fazer uma relação dos materiais que se utiliza em casa e qual o destino que cada um recebe.

Para não restar dúvidas. Vantagens com a reciclagem:
 a não extração de matéria-prima da natureza que será substituída pelo material usado;
 aumento da vida útil dos aterros sanitários ( quanto menos lixo for encaminhado, maior será sua vida útil, ou seja, maior será seu tempo de utilização);
 economia de energia ( as indústrias gastam menos energia reciclando);
 separando, podemos ganhar dinheiro vendendo os materiais para centrais de triagem.

Além da reciclagem, temos outras alternativas contra o desperdício?
Sim, sabe aquele refrigerante que você comprou? Pois é, uma das saídas para não transformar a garrafa em lixo é reaproveitando a garrafa plástica, dando a ela a mesma utilidade, ou seja, líquido.
Mas se você não curte muito tomar água com gosto de refrigerante ( lave bem isso aí antes de colocar outra coisa). Você terá uma outra solução.
Bastará um pouco de criatividade e soltar a imaginação, reutilizando a garrafa e fazendo brinquedos ou diversos tipos de artesanato ( enfeites, cinzeiros, porta-copos, etc).

De preferência crie materiais que durem bastante, do contrário, de nada adianta fazer algo, e logo descartá-lo.
Outra dica: para quem não tem cachorro ou qualquer animal de estimação que se alimenta de restos de comida, e interessante utilizar as sobras, o que muitos já fazem ,como adubo em suas hortas caseiras. Em vez de jogar fora restos de comida, as sobras são utilizadas como adubos pois, trata-se de matéria orgânica. A matéria orgânica irá se decompor, fertilizando o solo com microorganismos.

Mas não pára por aí não!!!!!!
Seguindo essas dicas, estaremos fazendo uma coisa essencial: reduzindo o lixo produzido em nossa cidade e quer queiram, quer não, vocês já sabem o gasto e as complicações que é tratar o lixo que produzimos. Para reduzir devemos mudar hábitos e para isso, devemos repensar alguns de nossos costumes que por algum motivo, podem estar nos prejudicando, se liguem nessa galera!

Curiosidades
Para se produzir uma tonelada de alumínio, é necessário extrair da natureza, cinco toneladas do minério de ferro, chamado bauxita, da natureza.
Uma tonelada de garrafas PET reciclada ( aquela de alguns refrigerantes), poupa um barril de petróleo de 60 litros.
Para se fazer uma tonelada de papel é necessário abater setenta árvores de porte adulto.


De tarefa, os alunos do grupo 2 tiveram a incumbência de realizar uma pesquisa com 5 pessoas conhecidas, a respeito da pergunta: “Você acha que o solo influencia na vida das pessoas?”

O objetivo da pesquisa, era saber a opinião principalmente da família a respeito do assunto e elaborar um gráfico com base nos dados recolhidos.
Os dados recolhidos pelos alunos da terceira série deram origem aos estudos abaixo e aos gráficos:


O professor da terceira série, realizou inclusive os cálculos de valor de x, não se aprofundando mais do assunto apenas porque não cabia ao momento, o objetivo da atividade era além da atividade de pesquisa, do conhecimento da opinião das famílias à respeito do assunto que os alunos estavam estudando na escola, a construção de gráfico a partir da análise de dados reais, para facilitar o aprendizado dessa questão matemática que dependendo da forma que é ensinada tem uma difícil assimilação pelos alunos.

A professora auxiliar , em um de seus dias de trabalho com os alunos da Quarta série, analisou os dados trazidos por eles e produziu também o gráfico, utilizando papel quadriculado para facilitar a visualização, deu origem:





Como os alunos puderam perceber, as pessoas que eles entrevistaram também acham que o solo é importante, uma minoria expôs opinião contrária.

Ainda falando sobre o lixo, os alunos do grupo 2 e também a segunda série, tiveram a aula abaixo, sobre o texto, houve a produção de um cartaz com o seu conteúdo que ficou em exposição no pátio da escola. O objetivo principal da produção do cartaz foi a redução do consumo de tinta de impressora, que neste momento, já estava escassa, e se tratando o texto de aprofundamento de idéia, não havia a necessidade de imprimir um exemplar por aluno. Desta forma também, mudando o procedimento das aulas, impedimos a monotonia das leituras e interpretações escritas no caderno, exigindo também do aluno um grau maior de atenção uma vez que sem o texto no caderno para posterior consulta, o mesmo seria obrigado a prestar atenção à sua leitura e explicação pela professora. A Segunda série estudou o texto e realizou interpretação oral enquanto que os alunos da terceira e quarta série realizaram também as atividades escritas:

Ciências / Língua Portuguesa




A próxima atividade do pré escolar foi em relação ao conhecimento numérico, os alunos contaram os animais e ligaram ao respectivo numeral:


E o grupo 2 continuou seus trabalhos com uma nova atividade de desenho a respeito da natureza do Parque Saint Hilaire/Lange:



Nenhum comentário:

Postar um comentário